Exame de câncer deve ser feito em 30 dias pelo SUS

Desde 2012 o SUS é obrigado a garantir o início do tratamento de câncer em até 60 dias a partir do diagnóstico da doença, mas não havia prazo para que o diagnóstico fosse feito. O resultado disso é que os exames para detecção do câncer demoravam tanto que, quando realizados, a doença já estava avançada, […]

Cabozantinibe é coberto pelo plano de saúde

O câncer renal é mais comum entre homens e atinge com maior frequência pessoas entre 55 e 75 anos de idade. O tipo mais prevalente é o carcinoma de células claras ou renais, que se origina nos rins e pode se espalhar pelo corpo. Atualmente há diversos medicamentos disponíveis no mercado para tratamento do câncer no rim, entre eles o[…..]

Plano de saúde tem que fornecer medicamento Lynparza (Olaparibe)

Em mais uma decisão favorável obtida pelo nosso escritório, a Justiça reconheceu que plano de saúde tem que fornecer o medicamento Lynparza (Olaparibe) conforme indicação do médico do paciente e que a negativa é considerada abusiva. Entenda o caso A paciente foi diagnosticada com um quadro de câncer de ovário com metástase. Após a realização de[…..]

Imunoterapia para tratamento de câncer de mama

A imunoterapia para tratamento de câncer de mama ganhou uma nova arma: o medicamento Atezolizumabe (Tecentriq) O remédio, que já é utilizado no tratamento de câncer de pele e pulmão, agora é reconhecido e aprovado como uma opção para um dos tipos mais agressivos do câncer de mama: o tumor de mama triplo-negativo. O que[…..]

Plano de saúde cobre imunoterapia

Uma dúvida comum que temos recebido é se o plano de saúde cobre imunoterapia no tratamento contra o câncer. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que o Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos de câncer por ano a partir de 2018. Entre os tipos de tumores mais comuns registrados no[…..]

Tacerva (Erlotinibe) deve ter cobertura pelo plano de saúde

Plano de saúde deve cobrir medicamento Tacerva   O Medicamento Tacerva (Erlotinibe) conta com registro junto à Anvisa e tem indicação em bula para o tratamento de câncer de pulmão e, a depender de indicação médica, eventualmente a medicação é prescrita para o tratamento de outros tipos de tumores. Em tais casos, é comum que[…..]

Perjeta (Pertuzumabe) deve ter cobertura pelo plano de saúde

Medicamento Perjeta (Pertuzumabe) deve ser custeado pelo plano de saúde O Medicamento Perjeta (Pertuzumabe) é utilizado no tratamento de câncer de mama, podendo também, a critério médico, ser combinado com outros medicamentos como forma de potencializar os resultados. Muitos convênios negam a cobertura da medicação pelo plano de saúde invocando suposto uso experimental (off-label). Este[…..]

Keytruda (Pembrolizumabe) deve ter cobertura pelo plano de saúde

Keytruda (Pembrolizumabe) deve ter cobertura pelo plano de saúde O medicamento Keytruda (Pembrolizumabe) é um produto biológico que conta com registro junto à Anvisa desde 2016 para a indicação terapêutica como monoterapia no tratamento de pacientes com melanoma metastático ou irressecável. O Keytruda (pembrolizumabe), consiste num medicamento pertencente ao grupo da imunoterapia, que estimula as[…..]

Tiotepa (Tepadina) deve ter cobertura por plano de saúde

Tiotepa (Tepadina) deve ter cobertura por plano de saúde, ainda que importado e não registrado na Anvisa Pacientes com quadro oncológico tem muitas vezes indicado o uso da medicação Tiotepa (Tepadina) como parte do tratamento de tumores como Linfomas. Muitos planos de saúde, no entanto, negam cobertura a este tipo de medicação ao argumento de[…..]

Medicamento Crizotinibe (Xalcori) deve ter cobertura por plano de saúde

Medicamento Crizotinibe (Xalkori) deve ter cobertura por plano de saúde O medicamento Crizotinibe (Xalkori) possui registro na Anvisa e é indicado em bula para tratamento de câncer de pulmão. Além disso, estudos clínicos comprovam sua eficácia no tratamento de outros tumores. Contudo, muitos planos de saúde negam a cobertura do medicamento para tumores diversos alegando que se trata de[…..]