Justiça condena Amil a cobrir tratamento cirúrgico para obesidade

A Justiça de São Paulo condenou a Amil Assistência Médica Internacional a cobrir todas as despesas relacionadas ao tratamento cirúrgico de uma paciente que padecia de obesidade mórbida. O convênio havia se negado a autorizar o procedimento de septação gástrica por videolaparoscopia alegando que o procedimento não seria de cobertura obrigatória pelo rol da ANS. […]

Paciente com obesidade mórbida que teve cirurgia negada será indenizada

Uma paciente com obesidade mórbida que teve negada a realização de cirurgia bariátrica será indenizada por seu plano de saúde em R$ 15 mil. A decisão é da 6ª Câmara de Direito Civil do TJ e confirma sentença da comarca da Capital. A empresa havia negado a intervenção por entender não presentes os requisitos necessários[…..]

Justiça determina que convênio autorize cirurgia para tratamento de obesidade

A paciente S.R.M teve indicada a realização de procedimento cirúrgico para tratamento de quadro de obesidade mórbida grau III. Embora tenha passado em consulta com diversos especialistas que indicaram o procedimento, tais como psicólogo, endocrinologista, nutricionista, cardiologista e cirurgião, seu plano de saúde negou a autorização alegando que a paciente não preencheria as diretrizes para[…..]

Plano de saúde deve cobrir cirurgia reparadora pós-bariátrica

O 7º Juizado Cível de Brasília condenou um plano de saúde a pagar indenização por danos materiais e morais a uma beneficiária, ante a recusa na autorização de cirurgia plástica reparadora. O réu recorreu, mas a sentença foi confirmada pela 1ª Turma Recursal do TJDFT. A autora afirma ter se submetido à cirurgia bariátrica (redução de estômago), após a qual perdeu[…..]