Plano de saúde cobre injeção intraocular de Anti-VEGF


O tratamento de doenças oftalmológicas como retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), entre outras envolve a realização de aplicações intraoculares de medicamentos antiangiogênicos, também chamados Anti-VEGF

Os Anti-VEGFs são medicamentos que interferem no mecanismo responsável pela formação de neovascularização subretiniana e permitem evitar a degeneração da visão dos pacientes.

Mesmo diante de resultados satisfatórios no tratamento, os planos de saúde normalmente negam a cobertura das aplicações intravítreas e dos medicamentos antiangiogênicos necessários.

Este tipo de negativa medicamento, no entanto, é absolutamente indevida.

A Justiça vem decidindo sistematicamente que o tratamento incluindo o custeio da medicação deve ser coberta:

Apelação Cível – Plano de Saúde – Autora portadora de degeneração macular – Aplicação intravítrea de “ANTI-VEGF” no olho direito – Negativa da operadora – Abusividade reconhecida. Recurso desprovido“.

PLANO DE SAÚDE – Obrigação de fazer – Autor portador de oclusão de ramo de veia central da retina em ambos os olhos – Indicação de tratamento com infiltração intravítrea de Anti-VEGF – Recusa da operadora ao argumento do procedimento estar fora do rol da ANS – Negativa que não se sustenta – Aplicação da súmula 102/TJSP – Manutenção da sentença de procedência – Apelo desprovido“.

Além disso, o Tribunal de Justiça de São Paulo já consolidou entendimento por meio da Súmula 102 que:

Havendo expressa indicação médica, é abusiva a negativa de cobertura de custeio de tratamento sob o argumento da sua natureza experimental ou por não estar previsto no rol de procedimentos da ANS“.

Assim, havendo prescrição médica, o plano de saúde deve custear as aplicações intraoculares de medicação Anti-VEGF, tantas quantas sejam necessárias ao tratamento. Em caso de negativa, o usuário pode recorrer à Justiça.

 

 

Somos um escritório de advocacia especializado em Direito Médico e Direito da Saúde, nossa equipe especializada de advogados de planos de saúde, atua na defesa de usuários de convênios em questões como negativa de cobertura de medicamentos e tratamentos, aumentos indevidos de planos de saúde, reembolso de despesas médicas, cobertura e reembolso de home care (assistência domiciliar), etc.

Se tiver alguma dúvida, fale conosco pelo fone (11) 3266-2067 ou mande sua mensagem através do formulário de contato abaixo.